Lobo Marinho é resgatado pelo Instituto Argonauta em Ilhabela

Nesta sexta-feira (01), a equipe do Instituto Argonauta que executa o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) foi acionada para uma ocorrência de um Lobo Marinho vivo, entre a praia das Pedras Miúdas e a Ilha das Cabras, em Ilhabela, Litoral Norte de São Paulo.

A equipe de Veterinários e Técnicos de São Sebastião deslocou-se de bote para o apoio da equipe de campo, e realizou uma avaliação na qual revelou que o animal, apesar de ativo, estava com uma grave lesão no olho esquerdo, por isso ele foi resgatado e embarcado até a Unidade de Estabilização de São Sebastião.

Após os primeiros cuidados, o lobo-marinho foi transferido para o Centro de Reabilitação e Despetrolização de Ubatuba (CRD), para atendimento e realização de exames complementares que constataram que o animal, além da lesão no olho, está magro e desidratado.
O lobo-marinho é um filhote que recebeu os primeiros atendimentos e segue em observação pela equipe do Instituto Argonauta.

Sobre o Instituto Argonauta

O Instituto Argonauta foi fundado em 1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba e reconhecido em 2007 como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). O Instituto tem como objetivo a conservação do Meio Ambiente, em especial dos ecossistemas costeiros e marinhos. Para isso, apoia e desenvolve projetos de pesquisa, resgate e reabilitação da fauna marinha, educação ambiental e resíduos sólidos no ambiente marinho, dentre outras atividades.

Sobre o PMP-BS

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.
Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos. O projeto é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos.
O Instituto Argonauta monitora o Trecho 10, compreendido entre São Sebastião e Ubatuba.

Para mais informações sobre o PMP-BS, consulte: www.comunicabaciadesantos.com.br