Colucci participa de inauguração da Nova Tamoios e alerta para gargalo que pode ser gerado na SP-55

O Prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, participou na manhã deste sábado (26/3) da inauguração do novo trecho de serra da Rodovia dos Tamoios.
Com a presença de diversas autoridades, entre elas, do governador João Dória e prefeitos da região como Aguilar Junior (Caraguatatuba), Flávia Paschoal (Ubatuba) e Felipe Augusto (São Sebastião), Toninho Colucci, acompanhado da secretária de Saúde de Ilhabela, Lúcia Reale, falou da importância da obra, mas alertou sobre possíveis gargalos que serão gerados com a entrega da obra sem a conclusão dos Contornos Norte e Sul.
“Entregaram uma rodovia às pressas, lembrando que o cronograma está atrasado. Quem pagou por essa obra não foi o Estado, foi o usuário que paga um pedágio caro na Tamoios. Existe o problema dos Contornos, que só retornaram com as obras agora a um preço de R$ 1,5 bilhão e sem licitação. A obra da nova Serra é importante, mas não estão levando em conta o gargalo que vai gerar ainda na SP-55, já que os Contornos não estão prontos. Já imagino problemas no feriado de Páscoa, por exemplo. O fato é que entregaram a obra, única e exclusivamente, por conta do calendário eleitoral”, destaca.

Serra
As obras de duplicação do trecho começaram em dezembro de 2015, ao custo de R$ 3,1 bilhões, e foram executadas pela construtora Queiroz Galvão.
O trecho de 21,5 km de extensão liga as cidades de Paraibuna (km 61) até Caraguatatuba (km 82). A nova pista será utilizada para a subida da serra, sentido Vale do Paraíba, enquanto a pista antiga terá sentido Litoral Norte. O novo trecho será marcado por viadutos e túneis, sendo que os dois maiores túneis do Brasil, de 5,5 km e 3,5 km de extensão, irão cortar a Serra do Mar.
Segundo o Estado, a nova rodovia vai reduzir pela metade o tempo de viagem, beneficiando diretamente cerca de 3,3 milhões de habitantes dos municípios de Caraguatatuba, Ilhabela e São Sebastião e de todo o Vale do Paraíba. Cerca de 22 milhões de usuários utilizam a rodovia por ano.
Neste primeiro momento a nova Serra vai funcionar em operação assistida, com passagem de veículos de segunda a quinta entre 6h e 22h, exceto aos finais de semana e feriado.