Velejador Beto Pandiani ministra palestra a alunos de escolas municipais de São Sebastião

Cerca de 100 alunos das escolas municipais Prof.ª Patrícia Viviani Santana, da Topolândia, e Prof.ª Luiza Helena de Barros, de Barequeçaba, participaram nesta quarta-feira (29), de uma palestra ministrada pelo velejador Beto Pandiani, tendo como tema central o livro “atlântico, travessias”, resultado de uma viagem marítima de 37 dias entre a Cidade do Cabo na África do Sul até Ilhabela.

Com apoio da Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria da Educação (SEDUC), o navegador esteve nas unidades de ensino para compartilhar momentos da travessia oceânica, realizada em 2013 a bordo de um catamarã ao lado do colega Igor Bely. No livro, Pandiani narra todos os momentos em formato de diário, do primeiro ao trigésimo sétimo dia.

Sobre a palestra, Beto conta que o principal objetivo é instigar a reflexão e o colaborativismo para inspirar as crianças e jovens. “Eu tento mostrar, com exemplos práticos, que é possível realizar nossos sonhos, mesmo que eles pareçam absurdos. Se a gente quer de fato chegar longe existe um caminho, ele pode ser dolorido e logo, mas ele está ali à espera de quem está disposto a suar a camisa”, destacou.

Nos anos 90, Beto Pandiani se lançou ao mar e tornou-se o maior velejador de travessias oceânicas do mundo, tendo percorrido mais de 30 mil milhas náuticas, em 800 dias passados no mar, num catamarã pouco maior que ele mesmo, em sete expedições relatadas em livros. A aluna Heloísa Silva Sousa, 12, de Barequeçaba, falou da experiência. “Eu gostei muito das histórias que ele contou e também fiquei muito feliz de ter ganhado o livro pra ler sempre que eu quiser”, disse.