Ator Paulo Gustavo morre de Covid-19 no Rio de Janeiro

Um dos artistas mais populares e admirados do Brasil, o ator de 42 anos ficou conhecido pelo filme “Minha mãe é uma peça”

O ator e comediante Paulo Gustavo, de 42 anos, morreu ontem (4) vítima de complicações causadas pelo Covid-19. O criador de Dona Hermínia e outros personagens marcantes estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.

O ator vinha apresentando uma melhora significativa em seu quadro de saúde, chegando a ter redução dos sedativos e a interagir com o marido Thales Bretas, porém desde domingo (2), seu estado de saúde piorou. Na tarde desta terça-feira, um boletim divulgado declarou que o quadro de saúde do artista era irreversível, mas mantinha sinais vitais. Porém às 21h12 da noite, foi constatada a morte do ator.

O comunicado foi feito pela família de Paulo Gustavo através da conta oficial do ator no Twitter. A família também agradeceu o carinho e as orações dos fãs e admiradores do humorista e pediu orações às vítimas do Covid-19.

A morte de Pauli Gustavo gerou grande comoção nas redes sociais, onde seus fãs manifestaram pesar e lhe prestaram milhares de homenagens. Além dos fãs, vários artistas e celebridades prestaram homenagens aos ator.

Biografia

O ator, humorista, diretor, roteirista, e apresentador Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro, em 30 de outubro de 1978, em uma família de classe média. Estudou no tradicional Colégio Salesiano durante o ensino fundamental e formou-se na Casa de Artes de Laranjeiras (CAL) em 2005.

Paulo Gustavo ganhou destaque em 2004, quando integrou o elenco da peça Surto, quando apresentou a personagem Dona Hirmínia ao público. Em 2005 passou a integrar a peça Infraturas e fez pequenas participações na TV, como na novela Prova de Amor da Record e na série A Diarista, da Globo.

Em 2006 estreou o espetáculo Minha Mãe É Uma Peça, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2013 e uma continuação em 2016. Sua atuação lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de Melhor Ator.

Paulo Gustavo era dono de um estilo de humor baseado em cenas familiares e cotidianas, e sua personagem mais famosa, Dona Hermínia, trazia aspectos cômicos da personalidade de uma típica dona de casa de meia idade. Seu trabalho conquistou o Brasil e se tornou sucesso, com produções campeãs de bilheteria. Além das peças e do cinema, também atuou em cinco programas no canal Multishow: 220 Volts – A Série, Vai Que Cola, Paulo Gustavo na Estrada, A Vila e Além da Ilha.

Paulo Gustavo era casado desde 2015 com o dermatologista Thales Bretas, com quem tem dois filhos pequenos, Romeu e Gael, de um ano e oito meses. Também deixa o pai Júlio Marcos, da irmã, Juliana Amaral, e da mãe, Déa Lúcia Amaral, fonte da inspiração de sua obra-prima Dona Hermínia.