SOS Ilhabela: auxílio emergencial da Prefeitura beneficiará 2,8 mil famílias

Projeto criado pelo prefeito Colucci busca minimizar os eleitos econômicos causados pela pandemia

A Prefeitura de Ilhabela começa a pagar o auxílio emergencial para famílias de baixa renda na segunda quinzena de abril.

Serão beneficiadas 2,8 mil famílias que estão cadastradas (até 31 de março) no CadÚnico do Governo Federal. O repasse financeiro de R$ 500 será feito pela Caixa Econômica Federal nos meses abril, maio e junho.

Segundo o Prefeito Toninho Colucci, a ação visa minimizar os efeitos econômicos da segunda onda da pandemia causada pelo novo coronavírus na cidade.

“Inicialmente iríamos beneficiar as famílias cadastradas somente pelo Bolsa Família e o auxílio municipal seria um aporte a mais no repasse que já é feito pelo Governo Federal. Porém, resolvemos estender o benefício para todas as famílias que estão cadastradas no CadÚnico até 31 de março”, disse o Prefeito Toninho Colucci.

O auxílio financeiro emergencial será concedido automaticamente ao responsável pela unidade familiar, que tenha domicílio em Ilhabela e somente será admitida uma cota por família de baixa renda.

O crédito de R$ 500 será feito diretamente no cartão da família que já possua Bolsa Família ou aqueles que possuam a Conta Poupança Digital. A movimentação do dinheiro poderá ser feita pelos terminais Caixa, nas Lotéricas ou pelo aplicativo Caixa Aqui.

O projeto

Iniciativa do prefeito Toninho Colucci, o projeto foi encaminhado para a Câmara Municipal dia 25 de março, para ser aprovado dia 30 pelo Legislativo e sancionado pelo chefe do Executivo em 31 de março.

A lei que instituiu o institui auxílio financeiro emergencial, em dinheiro, para a população de baixa renda de Ilhabela, em uma ação que visa minimizar os efeitos econômicos da segunda onda da pandemia causada pelo novo coronavírus (COVID-19). “Estamos em um momento muito delicado e as famílias estão perdendo a sua fonte de renda. Por isso, vamos pagar R$ 500 (quinhentos reais) a todos os beneficiários do “Bolsa Família” que residem na cidade por três meses”, declarou o Prefeito Toninho Colucci.

O projeto é conduzido com elevado grau de seriedade pela equipe da Prefeitura de Ilhabela, que está analisando os dados pertinentes, a fim de realizar a concessão do benefício. O auxílio financeiro emergencial será concedido automaticamente ao responsável pela unidade familiar, que tenha domicílio no Município da Estância Balneária de Ilhabela e somente será admitida uma cota por família de baixa renda. “Estamos cruzando dados e não será exigido o envio de documentação adicional pelos interessados. As famílias serão contatadas por telefone ou e-mail e o benefício será pago nos meses de abril”, explicou o Prefeito.