Bertioga realiza trabalho intenso de prevenção a dengue

Clima chuvoso favorece a proliferação do mosquito transmissor da doença

Até o momento, Bertioga já registra 56 casos confirmados de dengue e 94 estão em observação. Durante essa época do ano, a Prefeitura intensifica os trabalhos, devido ao tempo quente e chuvoso, clima perfeito para a proliferação dos mosquitos Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela urbana.

Mesmo em meio à pandemia da Covid-19, os agentes de controle de endemias estão diariamente nas ruas fazendo visitas para orientar os munícipes e identificar focos de proliferação dos mosquitos. Durante o ano inteiro são realizadas visitas às pessoas que contraíram a doença e aos imóveis ao redor das residências dos doentes, identificando possíveis focos e conscientizando a população.

A Prefeitura também aplica larvicidas – inseticida fornecido pelo Governo Estadual, e faz controle biológico através do projeto “Peixe Urbano”, aplicando peixes larvófagos (se alimentam da larva do mosquito) em criadouros que não podem ser removidos, como piscinas abandonadas, por exemplo.

É importante que toda população fique atenta e ajude a eliminar possíveis criadouros para que os casos não aumentem. Também é fundamental que os moradores recebam os agentes e sigam as orientações de prevenção e de eliminação de criadouros.

DISK DENGUE

A Prefeitura de Bertioga mantém importante canal de comunicação com a população para combater a dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. É o “Disk Dengue”, número (13) 3317-6273, do Programa Municipal de Combate às Arboviroses, dedicado a receber denúncias de focos e criadouros.

As queixas são encaminhadas para os agentes de combate a endemias, que vão até o local denunciado. Na abordagem, conscientizam os moradores para retirar objetos que possam acumular água parada e focos de criação do Aedes.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.