Caio Matheus sanciona lei que autoriza Bertioga a aderir a consórcio para compra de vacinas contra Covid-19

Objetivo é não depender apenas das doses envidas pelos governos estadual federal

Projeto de Lei que ratifica o interesse de Bertioga participar do consórcio público para aquisição de vacinas contra Covid-19, foi votado com prioridade e aprovado por unanimidade pelo legislativo municipal na sexta-feira (12).

A Administração Municipal manifestou interesse em participar da iniciativa da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). A proposta havia sido encaminhada à Câmara Municipal pelo prefeito Caio Matheus na quarta-feira (10) e agora lei, o texto foi publicado no Boletim Oficial do município na sexta (12).

O objetivo do consórcio é garantir aos municípios a compra do imunizante, insumos e equipamentos, caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, não consiga suprir a demanda nacional.

O consórcio conta com a manifestação de interesse de cerca de 2.100 municípios, que abrange mais de 142 milhões de brasileiros. O objetivo é contribuir para agilizar a imunização da população brasileira, além de atender eventuais demandas por medicamentos, equipamentos e insumos que sejam necessários aos serviços públicos municipais de saúde.

“Bertioga deu um importante passo para ampliar a imunização da população. Nosso objetivo é não depender apenas das doses enviadas pelos governos Estadual e Federal, somando esforços para acelerarmos o processo de vacinação da população bertioguense. Vacina salva vidas e permitirá uma retomada mais rápida da economia”, afirma o prefeito Caio Matheus.

Fonte: Prefeitura de Bertioga

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.